fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
Quando retomar as atividades físicas pós-Covid-19

A pandemia de Covid-19 afetou o comportamento da sociedade como um todo, incluindo a rotina de atletas profissionais e esportistas que praticam atividades físicas para manter a saúde em dia ou para cuidar do corpo. 

 

Além disso, muitas pessoas que foram infectadas pelo Coronavírus passaram a perceber algumas dificuldades na hora de retomar os treinos e realizar os mesmos exercícios físicos praticados antes da Covid-19.

 

Isso ocorre porque algumas sequelas deixadas pela doença como cansaço, fraqueza muscular, confusão mental, dificuldades para dormir podem prejudicar a prática das atividades físicas, além de causar danos no coração e no pulmão. 

 

Mas não precisa ter medo de retornar a sua vida de esportista ou atleta. As pessoas que tiveram Covid-19 podem voltar a se exercitar, desde que façam check-up médico constantemente e tenham o acompanhamento de um treinador. As atividades físicas ajudam a minimizar algumas sequelas e a recuperar a qualidade de vida

 

Os especialistas em cardiologia e pneumologia da InCórpore Centro Médico recomendam uma avaliação médica rigorosa de acordo com o quadro de infecção que o paciente apresentou e que os treinos sejam montados, também, conforme as sequelas deixadas. 

Quando retornar?

 

Quem testou positivo, mas ficou assintomático deve evitar treinar por pelo menos duas semanas depois da data do resultado positivo e seguir as regras de isolamento. Se durante esse tempo os atletas permanecerem assintomáticos, a retomada lenta da atividade deve ser guiada sob orientação de seu médico.

 

Quem desenvolveu sintomas leves ou moderados permanece a recomendação de interromper por duas semanas qualquer treinamento físico, mas a pausa deve contar a partir do fim dos sintomas. Como não se sabe se o aumento do risco de lesão do miocárdio também acomete pacientes com sintomas leves e sem hospitalização, é importante levar em conta a possibilidade de lesão cardíaca e realizar exames cardiológicos antes de retornar. 

 

Aos indivíduos recuperados, é recomendado realizar uma avaliação cardiovascular cuidadosa em combinação com biomarcadores cardíacos e imagens. Outros testes, como a ressonância magnética cardíaca, o teste ergométrico ou monitoramento ambulatorial do ritmo, podem ser solicitados. Sem sintomas e nenhum comprometimento cardíaco, pode retornar às atividades físicas, com acompanhamento clínico. Caso contrário, o retorno deve se basear nas diretrizes do tratamento da miocardite.

 

Para aqueles que foram hospitalizados, mas os exames cardiológicos estão normais: descanso mínimo de duas semanas depois do fim dos sintomas, levando sempre em consideração testes cardíacos e retomada gradual aos exercícios.

 

Para pacientes que foram hospitalizados em estado grave e ficaram com lesões cardíacas associadas ao Covid-19, o indicado é o retorno da prática física de acordo com o tratamento da miocardite, mesmo que ela não represente a única possibilidade decorrente de alterações cardiovasculares.

 

Se você teve Covid-19 e está pensando em retomar os treinamentos, agende uma consulta com os médicos da InCórpore, esclareça suas dúvidas e cuide bem da sua saúde. 

 

Para facilitar ainda mais o seu acompanhamento médico e a realização de exames, a nova sede da InCórpore conta com profissionais de atendimento altamente qualificados, salas exclusivas e equipamentos para exames, álcool gel em diversos pontos da clínica e estacionamento.

 

Solicite seu cartão MedInCórpore e tenha benefícios para agendamentos de consultas e exames sem pagar mensalidade.