X
Agende seu Exame ou Consulta
Whatsapp
E-mail
Clique aqui
Clique aqui

Obstrução nasal tem cura?

A obstrução nasal é um sintoma e não uma doença. Trata-se de uma manifestação sintomática importante e extremamente frequente em toda a população, podendo acometer pessoas de todas as idades, sexo e raça.

Pode aparecer por diversos fatores, como profissionais, alérgicos, traumáticos, infecciosos, tumorais ou mesmo fisiológicos. O principal sinal da obstrução nasal é a respiração oral, às vezes associado à sensação de boca seca. Em geral, outros sintomas podem estar associados como presença de secreção, alterações do olfato, sangramentos, prurido nasal, edema de face, dor em face, cefaléia, halitose, faringites e tosse, agravando ainda mais a saúde e a qualidade de vida do paciente.

É importante ressaltar que não devemos usar indiscriminadamente as gotas nasais vasoconstrictoras porque elas irritam o tecido nasal, podem reduzir o olfato e tendem a causar dependência química alterando o ciclo nasal fisiológico. Portanto, devem ser usados apenas com indicação médica.

O paciente que sofre de obstrução nasal e respiração bucal tende a apresentar alterações na mucosa e estruturais na cavidade oral, da faringe, da laringe e do aparelhotubotimpânico, que pode resultar em face com olheiras e mais alongadas, boca entreaberta, respiração mais ofegante, fadiga, baixo rendimento escolar, prejuízo nas atividades diárias, distúrbios do sono como ronco e apneias, irritabilidade, otites recorrentes, etc.

A obstrução nasal tem cura? Claro que tem! O mais importante é identificar a causa básica do problema para que o tratamento tenha sucesso. Cabe ao médico otorrinolaringologista identificar os locais de estreitamento ou obstrução nas vias aéreas superiores tais como desvios do septo nasal, hipertrofia de adenóide ou cornetos nasais inferiores, pólipos nasais, úvula hipertrófica e palato mole flácido, base de língua retroprojetada, presença de rinite alérgica e sinusite crônica entre outras alterações.

O tratamento é indicado de acordo com os sintomas e sinais ao exame físico otorrinolaringológico, e muitas vezes se faz necessário exames de imagem como nasofibroscopia ou tomografia de cavidade nasal e seios da face. Poderá ser medicamentoso com antialérgicos, antiinflamatórios, lavagens nasais, vacinas e em muitos casos o tratamento cirúrgico, todos com
ótimo resultado quando bem indicados.

Portanto, se você possui esses sintomas e quer melhorar sua qualidade de vida, ter um sono reparador e recuperar o olfato, procure um especialista.

 

Dra. Jaqueline Tanaka
Otorrinolaringologista
CRM/PR  30555/ RQE 20237