fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
COVID-19: como se prevenir

Você já ouviu falar da COVID-19 e maneiras para se proteger. Entenda um pouco mais sobre o vírus e a importância das medidas da OMS para evitar a sua transmissão

Todos já estão bem familiarizados com os termos COVID-19 e coronavírus. A doença, causada por um vírus novo, originário de uma mutação, teve início na China e se espalhou de forma rápida por diversos outros países do globo. A Organização Mundial da Saúde definiu, no começo de março, que a propagação do COVID-19 já se caracterizava como uma pandemia, ou seja, uma doença que se espalhou por mais de dois ou três continentes. 

Muito tem se falado sobre medidas de prevenção e como achatar a curva dos gráficos de transmissão, espaçando o número de novos casos. Essa é uma forma de garantir que a rede hospitalar consiga atender todos os pacientes, sejam de COVID-19 ou outros casos.

Aqui no Brasil, e no Paraná, uma série de medidas foram tomadas como forma de prevenção. Aulas foram suspensas, eventos foram cancelados ou postergados. Foi liberada também uma lista de atividades essenciais para a população, com 40 setores que não podem parar, mas devem seguir as medidas de prevenção. Outros serviços, que não se enquadram na lista, foram temporariamente suspensos: a indicação é para ficar em casa e manter o isolamento social ao máximo.

Cada um pode fazer a sua parte contra o COVID-19 e outros vírus, como a influenza, que também provoca gripe. Entenda mais sobre como ocorre a transmissão dos vírus e como se proteger, mesmo em casa:

Tire suas dúvidas sobre o uso das máscaras cirúrgicas como medida preventiva com a Drª Juliana Leme:

Trasmissão

Assim como outros vírus respiratórios, o coronavírus é transmitido por meio de gotículas, através da tosse ou espirro em curta distância e até mesmo pela fala, que podem atingir diretamente outras pessoas ou objetos. O contato com objetos que possam estar contaminados com o vírus também é uma forma de transmissão.

Com alguns cuidados básicos é fácil evitar a transmissão, como: lavar as mãos com frequência, evitar tocar o rosto (boca, nariz e olhos), tossir ou espirrar em um lenço e descartá-lo logo em seguida (se não for possível, flexionar o cotovelo antes de tossir ou espirrar), evitar aglomerações e contato muito próximo com as pessoas.

Essas são algumas medidas básicas para evitar esse novo vírus, enquanto cientistas ainda estudam possíveis vacinas e remédios contra ele. Entenda um pouco mais sobre a importância da prevenção:

Lavar as mãos

A OMS já reconhece o ato de lavar as mãos como uma medida preventiva altamente eficaz contra diversas doenças. E agora, em meio a pandemia de COVID-19, continua sendo uma forma muito eficiente contra a transmissão do vírus. A higienização correta das mãos deve sempre acompanhar água e sabão, uma mistura letal para diversos vírus e bactérias. Usar apenas água para lavar as mãos não é uma ação efetiva contra esses microrganismos.

O álcool gel é indicado principalmente para momentos em que não existe a possibilidade de lavar as mãos com água e sabão. Além disso, é preciso lembrar que o álcool indicado para limpeza antisséptica é 70%, também é preferível usar em gel ou espuma, para evitar o ressecamento das mãos.

A concentração de álcool 70% indica que existe pelo menos 30% de água na mistura, resultando em uma solução mais eficiente para matar microrganismos, do que um álcool com uma proporção diferente. Um álcool 90%, por exemplo, tende a evaporar mais rápido, sendo menos eficaz para a higienização.

Leia também: não deixe o estresse afetar a sua saúde

Como lavar as mãos corretamente

Em tempos como este, a frequência de lavar as mãos deve ser um pouco mais alta do que o normal. Por exemplo, você geralmente faz a higienização das mãos antes e depois de preparar alimentos, ou então depois de ir ao banheiro. Mas também é importante lavar as mãos quando tiver contato com objetos como maçanetas, corrimãos, balcões, máquinas de cartão – que podem ser compartilhados.

Para lavar as mãos da forma correta é necessário fazer a higienização por pelo menos vinte segundos, seguindo os seguintes passos:

Lembre-se de começar a enxaguar a partir dos punhos. Finalize secando bem as mãos com um lenço descartável. Use-o também para fechar a torneira antes de jogar fora.

Saiba mais: como se prevenir da gripe e evitar contaminar outras pessoas

Outras medidas de prevenção contra o COVID-19

Para continuar a prevenção, também é importante manter o isolamento social. Nem todos os trabalhadores conseguem manter um regime de home office, e outros se enquadram nos serviços essenciais. Mas, quem pode, deve ficar em casa e continuar tomando todas as medidas de higienização. O isolamento social pode ser um desafio, mas é extremamente necessário neste momento de pandemia.

Dentro de casa mantenha todos os ambientes bem ventilados e arejados. Caso alguém da família apresente algum dos sintomas (febre, tosse seca e dificuldade para respirar), redobre os cuidados com higienização em casa e procure ajuda médica.

Você encontra especialistas para tratar da sua saúde de forma completa aqui na Incórpore Centro Médico. Temos mais de 27 anos de história, com atendimento humanizado e total atenção para a prevenção de doenças.

Se precisar marcar uma consulta, entre em contato pelo telefone (41) 3335-2624 ou WhatsApp (41) 99828-1051



Popup Image