fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
Efeitos do Álcool no Sistema Cardiovascular

Efeitos do Álcool no Sistema Cardiovascular

Pesquisas recentes de várias instituições comprovaram que o sistema cardiovascular é afetado pelo uso prolongado e excessivo de bebidas alcoólicas. Ao ser ingerido, o álcool causa um aumento temporário na frequência cardíaca e também na pressão arterial de quem está bebendo.

Quando ingerido em grande quantidade e por um longo período de tempo, os efeitos supracitados podem se tornar crônicos, onde o músculo cardíaco se torna enfraquecido e passa a ter batimentos irregulares, o que aumenta consideravelmente os riscos de infarto e também de AVC.

Vale destacar que pessoas que passam por problemas com o alcoolismo, precisam entrar em contato com algum médico especialista, grupos como alcoólicos anônimos ou uma clínica de reabilitação para alcoólatras, caso assim seja preciso.

Principais efeitos Colaterais

Como dito acima, o álcool em excesso pode ocasionar diversos problemas ao longo do tempo, o que pode acabar por comprometer a saúde do indivíduo. Conheça melhor alguns dos principais problemas:

Aumento da Pressão Arterial

Este é um dos principais problemas causados. A pressão arterial nada mais é do que a medida da força que o sangue coloca contra as paredes dos vasos sanguíneos quando bombeado pelo coração. Quando esta força é maior do que o normal, passa a ser chamada de hipertensão, ou pressão alta.

Por causa disso, a pressão arterial elevada pode causar aumento dos riscos de acidentes vasculares cerebrais (AVC, que deve ser acompanhada por um médico neurologista), problemas renais crônicos (urologista) e infarto (cardiologista).

Aumento da Frequência Cardíaca

A frequência cardíaca se dá pela velocidade do ciclo cardíaco média pelo número de contrações do órgão por minuto. Por sua vez, o álcool excessivo pode, temporariamente ou cronicamente, aumentar a frequência cardíaca de modo, uma vez que a substância atua diretamente no funcionamento do coração, deixando-o desregulado.

Estudos descobriram que beber muito pode causar episódios de taquicardia (aumento da frequência cardíaca devido a problemas nos sinais elétricos que produzem batimentos do coração). Com isso, as complicações devido a episódios regulares de taquicardia variam de acordo com a frequência, duração e gravidade, mas podem causar coágulos sanguíneos que também podem levar a um ataque cardíaco ou derrame.

Enfraquecimento do Músculo Cardíaco

O coração é fundamental para a distribuição de oxigênio e demais nutrientes pelo corpo. Quando o mesmo se enfraquece, esta função, que é vital para o funcionamento do corpo humano, fica comprometido pois o órgão passa a não conseguir cumprir com seu objetivo, podendo acarretar em inúmeros problemas.

Álcool com Moderação

Entretanto, o álcool não precisa ser um vilão quando o assunto é saúde. Quando bebidas alcoólicas, como o chopp e o vinho, por exemplo, são consumidas com moderação, elas podem ser benéficas para o corpo, uma vez que estarão servindo como meio de hidratação (beneficiando os rins), evitando os cálculos renais, as famosas pedras nos rins. Além disso, o consumo diário e em pequenas quantidades também podem melhorar a saúde óssea, colaborando para a manutenção da densidade dos ossos, além de contribuir na redução do risco de desenvolvimento de problemas cardíacos já que as bebidas citadas aumentam os níveis de HDL (colesterol bom) no organismo.

Quanto tempo o álcool demora para sair do corpo?

Para descobrir a resposta dessa pergunta, assista o vídeo a seguir do canal Nunca vi 1 cientista:

 

Conclusão

Conclui-se, portanto, que é deveras importante consumir o álcool em moderação pois seu uso em excesso pode acarretar em uma série de problemas cardiovasculares. Além disso, outros sistemas e órgãos vitais, como o fígado, também podem ser altamente comprometidos com a alta e frequente ingestão de bebidas alcoólicas, de modo que esta, quando consumida em demasia, pode causar danos irreversíveis para a saúde. Em contrapartida, o consumo moderado do álcool pode ser um aliado já que trás benefícios à saúde, mas é sempre bom ter consciência e controle.

No mais, é importante informar que se você possui problemas com álcool, saiba que o tratamento para dependentes químicos é uma maneira saudável de aprender a viver sem álcool e sem drogas, além de cuidar melhor do seu corpo nos próximos anos. Você não precisa de álcool para resolver seus problemas, para mantê-lo saudável ou para prevenir doenças cardíacas.

Todas as informações têm caráter meramente informativo e jamais substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médico e outros especialistas.

Fonte: Clínica de recuperação Interhelp