fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
O que é Síndrome da Dor Femoropatelar?

Você já ouviu falar em Síndrome da Dor Femoropatelar? 

 

Muitas pessoas não sabem do que se trata, mas têm sintomas ou conhecem alguém que possui essa condição caracterizada pela degeneração da cartilagem articular da patela, osso localizado na região anterior ao joelho. 

 

Esse desgaste que tem como as principais causas o sedentarismo, excesso de peso, desalinhamento do joelho, traumas na região, atividades físicas de alto impacto e idade, é uma das patologias ortopédicas mais comuns no joelho e afeta, na maioria das vezes, as mulheres. 

 

A Síndrome da Dor Femoropatelar, também chamada de condromalácia patelar é classificada em 4 graus:

 

  • Grau I: é detectado um amolecimento da camada mais externa da cartilagem da patela. Pode causar dor e inchaço;
  • Grau II: há lesões com até 1,3 cm de diâmetro. As lesões ainda são pequenas e localizadas;
  • Grau III: as lesões já são maiores que 1,3 cm de diâmetro;
  • Grau IV: a cartilagem já sofreu um desgaste tão grande que é possível visualizar o osso subcondral que a sustenta.

Sintomas da Síndrome da Dor Femoropatelar

Os sintomas relatados pelos pacientes que chegam ao consultório de ortopedia da InCórpore Centro Médico são dor leve ao redor ou sob a patela, que tende a piorar ao descer escadas ou rampas, durante e após a prática de exercícios ou após ficar sentado por um longo período. 

 

Segundo o ortopedista da InCórpore Centro Médico, Dr. Rui Felipe Pache de Moraes, os sintomas mais comuns são: dor; cliques audiveis; e dificuldade para realizar atividades de flexão do joelho. 

 

O especialista lembra também que nem sempre a Síndrome Femoropatelar causa dor para o paciente, principalmente no estágio inicial e ressalta: “Mesmo sem dor, ao notar algum dos sintomas é fundamental consultar um ortopedista para realizar um tratamento assertivo”.

 

Diagnóstico

O diagnóstico da condromalácia patelar pode ser feito a partir da análise dos sintomas, do histórico do paciente e reforçado por exames como raios X e ressonância magnética da região do joelho que mostram mais precisão sobre o quadro. 

 

Tratamento

Quando há dor ou inflamação, podem ser receitados gelo, analgésicos, anti-inflamatórios e geralmente é necessário alguma forma de ajustes das atividades físicas desempenhadas pelo paciente, associada a um trabalho de fortalecimento muscular. 

Em casos mais avançados, pode ser necessária a realização de infiltrações ou procedimentos cirúrgicos.

 

Ortopedista em Curitiba

Se você está com sintomas de Síndrome Femoropatelar ou outros problemas ortopédicos, agende uma consulta presencial ou por teleatendimento com a equipe de Ortopedia do Centro Médico InCórpore.