fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
Outubro Rosa: Prevenção e diagnóstico precoce de câncer de mama ajudam a salvar vidas.

Outubro Rosa

Há 21 anos, o mês de outubro traz uma importante mensagem para as mulheres sobre a importância de ações preventivas e que levem ao diagnóstico precoce do câncer de mama, com o movimento internacional de conscientização Outubro Rosa.  

 

A campanha nasceu quando o símbolo da prevenção ao câncer de mama — o laço cor-de-rosa — foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA), em 1990. 

 

Celebrado anualmente, no Brasil e no exterior, o período traz informações sobre o câncer de mama com a intenção de fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para a prevenção, diagnóstico precoce e rastreamento da doença. 

 

Sobre o câncer de mama

 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo com maior ocorrência em mulheres em todo o mundo, tendo em 2020, a estimativa de 2,3 milhões de casos novos, representando cerca de 24,5% de todos os tipos de neoplasias diagnosticadas nas mulheres. 

 

Para o Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

 

Ainda sobre o câncer de mama no Brasil, em 2019 o mesmo ocupou a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no país, com taxa de mortalidade ajustada por idade, pela população mundial de 14,23/100 mil. Sendo as regiões Sul e Sudeste com as maiores taxas de incidência e de mortalidade do Brasil.

 

Sintomas

Os principais sinais e sintomas que indicam a suspeita de câncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

 

Prevenção 

Entre as recomendações do Ministério da Saúde para a prevenção do câncer está a prática do autoexame das mamas. 

Realizado pela própria mulher, consiste em apalpar os seios para detectar a presença de nódulos na região. Caso a mulher observe alguma alteração, deve procurar imediatamente um mastologista ou seu médico ginecologista. 

É importante ressaltar que esse exame não substitui o exame clínico das mamas realizado por um profissional de saúde treinado, e ainda que não haja nenhuma alteração no autoexame, as mamas devem ser examinadas uma vez por ano por um profissional de saúde.

Diagnóstico Precoce 

O diagnóstico precoce é de grande importância no combate ao câncer de mama, pois possibilita que as chances de cura  da paciente cheguem a 95%. Infelizmente, quanto mais tarde for detectada a doença,  mais avançado o estágio do câncer de mama e mais tardio o tratamento, essa chance de cura se reduz. 

 

Por isso, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) recomenda a realização anual da mamografia regular a partir dos 40 anos em mulheres assintomáticas, como define a Lei 11.664/2008. 

Na Clínica Incorpore, as mulheres contam com médicos especializados em mastologia, ginecologia e exames para prevenção e acompanhamento do tratamento de câncer de mama. 

Agende uma consulta com nossos especialistas pelos canais de atendimento: 

Email: [email protected]

 (41) 3335-2624

(41) 99828-1051