fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
Diabetes: saiba mais sobre a doença e como se prevenir

O diabetes é uma doença crônica que faz parte da vida de mais de 13 milhões de pessoas no Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. Para evitar complicações maiores é muito importante realizar exames que possam identificar a deficiência da insulina no sangue.

Produzida pelo pâncreas, a insulina é um hormônio responsável por promover a entrada de glicose nas células do corpo, para que esta seja usada nas mais variadas atividades celulares.

No caso de pessoas com diabetes, o organismo não produz insulina e a utilização da glicose é comprometida. A doença é caracterizada pelo excesso de glicose no sangue e pode provocar danos em vários órgãos, nervos e vasos sanguíneos se não for tratada a tempo.

Existem vários tipos de diabetes e até hoje não há cura para a doença. Porém, os tratamentos disponíveis podem trazer resultados surpreendentes e positivos.

Atente-se aos principais tipos:

Pré-diabetes

Pessoas com níveis maiores de glicose (açúcar no sangue), obesidade e histórico familiar de diabetes podem ser consideradas de risco. Nesse caso há um estado de risco aumentado para o surgimento de diabetes tipo 2.

Diabetes Tipo 1

Aqui, o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina. Torna a pessoa insulinodependente, o que exige a aplicação diária de insulina por via injetável. Costuma manifestar durante a infância e adolescência.

Diabetes Tipo 2

Os casos tipo 2 indicam resistência das células à ação da insulina. Ela se manifesta principalmente em adultos, podendo ser observada em crianças também.

Diabetes gestacional

Na maioria dos casos acontece durante o aumento excessivo de peso em uma gravidez.

Principais sintomas

Sentindo a visão embaçada, cansaço, vontade frequente de urinar, fome constante ou sede excessiva? Esses são alguns sintomas frequentemente associados ao diabetes e pode ser a hora de você marcar uma consulta com um especialista para examinar melhor esses sintomas.

Tratamentos / Como prevenir?

Quem vive com a doença sabe que é preciso um controle diário, baseado em dietas saudáveis e prática regular de exercícios físicos. Também existem os casos onde é preciso o auxílio de medicamentos. A mudança na rotina de uma pessoa sedentária ou que possui maus hábitos alimentares, por exemplo, reflete numa maior qualidade de vida e pode facilitar o tratamento do diabetes.

Confira aqui algumas dicas da Dra. Bárbara Luvison

Para evitar sustos, mantenha sua saúde em dia e consulte nossa equipe de endocrinologistas aqui na InCórpore. São profissionais em sintonia com o melhor da medicina moderna, dispostos a encontrar a melhor solução para o seu caso. Entre em contato pelo telefone (41) 3335-2624 ou WhatsApp (41) 99828-1051.