fbpx
X
Estamos atendendo normalmente!
Primavera: doenças comuns da estação

A estação das flores traz muita cor e um novo clima, mas nessa época também é preciso redobrar o cuidado com a saúde. Conheça as doenças comuns da primavera!

Com o fim do inverno, chega uma das estações mais bonitas do ano. A primavera traz muitas flores e muita cor, além do aumento de temperatura e clima agradável. Porém, esta estação também pode trazer algumas doenças típicas, principalmente devido ao pólen e ao clima, que fica mais propenso a ácaros, fungos e bactérias.

A mudança entre estações pode trazer alguns desconfortos, como a baixa umidade relativa do ar, a variação de temperatura e até mesmo os altos níveis de poluição, tornando-se fatores que podem aumentar as crises de alergia. E ainda temos o impacto de partículas como o pólen de diversas plantas, que podem piorar quadros de alergia respiratória.

Mas não são apenas as patologias alérgicas que chegam com a primavera. Casos de catapora, sarampo, caxumba e rubéola também são comuns nesta época do ano. Conheça as principais doenças da estação e saiba como se prevenir!

Rinite alérgica

Uma das doenças mais comuns da primavera é a rinite alérgica. Chega a ser semelhante a um resfriado, mas o paciente tende a sentir coceira no nariz, olhos e garganta, além de espirros e quadro de coriza. Os sintomas também são mais duradouros do que um resfriado comum.

A rinite alérgica pode ser desencadeada por ácaros, pólens e pelos de animais. As variações climáticas da primavera, como o tempo seco, podem piorar seus sintomas, assim como os níveis de poluição no ar.

O tratamento depende dos sintomas apresentados pelo paciente, que podem ser frequentes ou acontecer apenas durante crises alérgicas. Para crises, o médico pode recomendar o uso de anti-histamínicos. Em tratamentos contínuos pode ser usado corticoide nasal.

Algumas formas de prevenção:

  • Tirar objetos que possam acumular poeira do ambiente
  • Não usar travesseiros de pluma
  • Evitar o uso de produtos de limpeza com cheiro muito forte
  • Usar aspirador de pó ou pano úmido para limpeza da casa
  • Ventilar ambientes
Dr. Vitor Dias fala um pouco mais sobre a asma

Asma

Na época da primavera, o pólen de flores e gramíneas pode ser um fator desencadeante para crises de asma. A asma é uma doença crônica, sem cura, na qual as vias aéreas inflamam, ficando estreitas e inchadas, dificultando a respiração. Além do pólen, existem outros fatores que podem provocar crises, como: poeira, ácaros, poluição, ar frio, e também fumaça de cigarro.

Os principais sintomas envolvem falta de ar, aperto no peito e tosse. Os tratamentos dependem do quadro de cada paciente, e podem envolver corticoide inalado e broncodilatadores para melhorar a inflamação ou até mesmo medicamentos chamados imunobiológicos, para casos mais graves.

Mesmo sendo uma doenças crônica é possível se prevenir:

  • Evite ambientes sem ventilação ou luz solar
  • Reforce a limpeza da casa
  • Evite exposição à fumaça de cigarro, poeira e outros fatores que podem desencadear crises
  • Mantenha a vacinação em dia 
  • Pratique exercícios físicos regularmente e de forma controlada

Conjuntivite alérgica

Conjuntivite é uma inflamação da membrana que cobre o olho. Pode aparecer por diversos motivos, como infecções por vírus e bactérias, irritação química ou mesmo uma reação alérgica. Diferente das conjuntivites infecciosas, a alérgica não é transmissível.

Alguns fatores que podem causar a conjuntivite alérgica são a poeira, ácaros, pelos de animais e pólens. Sendo uma doença muito comum da primavera e está frequentemente ligada a condição da rinite alérgica. Os principais sintomas são coceira, olhos vermelhos e lacrimejando, inchaço e sensibilidade à luz. Para o tratamento é importante identificar o tipo de conjuntivite, o médico pode indicar tratamentos com colírios específicos.

É difícil prevenir esta doença, afinal o pólen está presente no ar. Mas você ainda pode tomar alguns cuidados:

    • Evite flores dentro de casa
    • Mantenha o ambiente sempre limpo
    • Utilize óculos escuros ao sair
    • Troque as roupas de cama com frequência
Nós preparamos um material especial com cuidados com a sua saúde física e mental durante o período de isolamento social.
Faça o download gratuito agora mesmo:

Catapora

O aumento da temperatura na primavera favorece a proliferação de vírus e bactérias. Entre eles, o agente causador da catapora, uma doença incômoda que atinge principalmente crianças. Mas, por se tratar de uma doença contagiosa, adultos que nunca pegaram catapora também podem apresentar sintomas. O risco de transmissão só acaba quando as feridas estão próximas da cicatrização.

Feridas na pele, coceira, febre e cansaço, são alguns dos principais sintomas. O tratamento envolve recomendações médicas de antitérmicos e analgésicos, para aliviar o desconforto do paciente. É recomendado também evitar coçar e tirar crostas das pequenas feridas, que podem marcar a pele. Compressas frias podem ajudar com a coceira.

A melhor forma de prevenção contra a doença é a vacinação contra o vírus. Essa vacina faz parte do calendário nacional de imunização e está disponível na rede pública para crianças acima de um ano de idade.

Uma criança não vacinada deve evitar contato com outras crianças que podem apresentar a doença. O vírus pode ser transmitido até dois dias antes de apresentar sintomas. Pacientes que estejam com catapora também devem evitar contato com pessoas que apresentam baixa imunidade.

 

Para se prevenir contra alergias, conte com ajuda do médico especialista em alergologia. Para doenças respiratórias, é importante consultar o médico pneumologista. Você encontra especialistas para tratar da sua saúde de forma completa aqui na Incórpore Centro Médico. Temos mais de 27 anos de história, com atendimento humanizado e total atenção para a prevenção de doenças. 

Se precisar marcar uma consulta, entre em contato pelo telefone (41) 3335-2624 ou WhatsApp (41) 99828-1051.